Produtos Similares

Descrição

Cognac Remy Martin Louis XIII é um excepcional blend de 1200 eaux-de-vie, que significa água da vida. Uma relíquia da destilaria, envelhecida de vinho branco por até 100 anos, que quando mesclados, dão origem a uma das bebidas mais raras do planeta.
Produzido pela destilaria RémyMartin, carrega tradição de 4 gerações e uma riqueza aromática, textura e complexidade não encontradas em nenhuma outra bebida no mundo. Suas 1200 eaux-de-vie são destiladas duplamente com borras das uvas, sendo usada apenas a melhor parte, e envelhecidas em antigas barricas tierçon com centenas de anos. Sua seleção é minuciosa, de cada 1000, somente 12 são escolhidas para o especial destino.
Seus aromas são uma riqueza à parte, e traz a primária impressão de intensidade indescritível, seguindo para toques florais, apimentados e de especiarias, como a noz-moscada e o gengibre, evoluindo para múltiplos aromas com o doce de frutas, maracujá, rosas, figos, tâmaras e mel, contudo, centenas de aromas já foram identificados neste rótulo. Seu paladar é equilibrado e nota-se força e elegância que persistem na boca por mais de 1 hora.
Seu visual é requintado em tons dourados e mogno, evidenciando a opulência suprema do seu néctar, envasado em uma garrafa memorável, que conta a estória de que foi adquirida de um camponês por Paul-Emile RémyMartin I durante a guerra de Jarnac na França, em 1569. É uma verdadeira obra de arte, produzida por um artesão que manualmente a molda e a sopra, decorada e vedada com uma flor de lis, figura associada à monarquia francesa e adornada com um gargalo de ouro de 24 quilates, que coroa e exalta sua grandeza.
O blend” final é um momento sagrado, dando origem ao destilado mais precioso do mundo.

Avaliações dos Clientes



Nossa Loja
Nossa Loja
Nossa Loja


Saia na frente. Receba por email nossas novidades, promoções e destaques.

Beba com responsabilidade. A venda de bebidas alcoólicas é proibida para menores de 18 anos. Dirigir sob a influência de álcool configura delito, passível de sanção penal.

Visual e-commerce